Você está aqui: Entrada Prática & Tradição Tocando a Terra

Tocando a Terra

Em gratidão aos pais, professores, amigos e todos os seres, eu reverencio profundamente diante das Três Jóias nas dez direções.

A prática Tocando a Terra é retornar à Terra, às nossas raízes, aos nossos ancestrais e recohecer que não estamos sozinhos mas conectados a toda uma corrente de ancestrais de sangue e espirituais. Somos a sua continuação e com eles, continuaremos para as futuras gerações. Tocamos a Terra para deixar ir a idéia de que somos separados e para nos lembrar que somos a Terra e parte da Vida.

 

Quando tocamos a Terra, nos tornamos pequenos, com a humildade e a simplicidade de uma criança. Quando tocamos a Terra nos tornamos grandes, como uma árvore ancestral mandando suas raízes profundamente para a terra, bebendo na fonte de todas as águas. Quando tocamos a Terra, inspiramos toda força e estabilidade da Terra e expiramos nosso sofrimento - nossos sentimentos de raiva, ódio, medo, inadequação e frustração.

 

Nossas mãos se juntam para formar uma flor de lótus e gentilmente nos abaixamos ao solo de forma que nossos quatro membros e nossa testa estejam confortavelmente descansando no solo. Enquanto estamos Tocando a Terra, viramos nossas palmas das mãos para cima, mostrando nossa abertura às Três Jóias: o Buda, o Dharma e a Sangha. Depois de uma ou duas vezes praticando o Tocando a Terra (Três Toques ou Cinco Toques), poderemos já liberar muito do nosso sofrimento e sentimento de alienação e nos reconciliarmos com nossos ancestrais, parentes, filhos e amigos.