Você está aqui: Entrada Prática & Tradição Tomando Refúgio

Tomando Refúgio

Tomando refúgio no Buda em mim, eu aspiro a ajudar todas as pessoas a reconhecer sua própria natureza desperta.

Quando recitamos os Cinco Treinamentos de Plena Consciência ou cantamos os sutras, praticamos tomar refúgio nas Três Jóias. Praticamos Tocando a Terra para também mostrar nossa gratidão ao Buda, ao Dharma e à Sangha. Tomar refúgio é o reconhecimento e a determinação em se dirigir para o que é mais bonito, verdadeiro e bom. Tomar refúgio é também a consciência que se possui a capacidade de entendimento e amor.

O Buda é aquele que nos mostra o caminho nesta vida. O Buda é a pessoa histórica que viveu 2600 anos atrás e todos os nossos professores ancestrais que nos conectam ao Buda. O Buda é também a natureza desperta em todos os seres. Cada elemento no universo que está nos mostrando o caminho do amor entendimento, é o Buda. Os olhos abertos de uma criança e os raios de sol que fazem com que a flor abra sua beleza também contém a natureza desperta.

O Dharma é o ensinamento de amor e entendimento. O Dharma é o ensinamento do Buda histórico e seus descendentes na forma de discursos, os comentários e preceitos e nos mostram o caminho que leva a paz e profundo insight, amor e entendimento. O Dharma são todos os elementos no nosso mundo e na nossa consciência que nos guiam no caminho da liberação. O Dharma vivo é contido em cada canto do universo. Uma nuvem flutuando está silenciosamente pregando sobre liberação. e a folha caindo nos dá uma palestra de Dharma na prática de deixar ir. Cada vez que você respira profundamente, anda em plena consicência e olha outra pessoa com olhos de entendimento e compaixão, está dando uma silenciosa palestra do Dharma.

A Sangha é a comunidade que vive em harmonia e consciência. Seus professores, seus amigos e você mesmo são elementos da sua Sangha. Um caminho na floresta pode ser um membro da sua Sangha também, apoiando no caminho da transformação. Você pode compartilhar suas alegrias e dificuldades com sua Sangha. Pode deixar ir e relaxar no calor e na força de sua Sangha. A Sangha é o rio, fluindo e serpenteando com flexibilidade, respondendo ao ambiente em que está localizada. Ao tomar refúgio na Sangha, nos juntamos à corrente da vida, fluindo e nos tornando unos com todos os nossos irmãos e irmãs na prática. Dentro da Sangha você achará a prática mais fácil e muito mais agradável.